Ligações rápidas

Horário de Funcionamento:
Segunda, Quinta e Sexta
15:00 / 20:00

Sábados e Domingos
11:00 / 18:00

 

 

Áreas Principais

 

 

para uma

BIBLIOGRAFIA

MÁRIO DIONÍSIO

 

voltar ao índice

BIBLIOGRAFIA PASSIVA

 

Textos sobre Mário Dionísio em livros e catálogos

 

2. Livros com referências a Mário Dionísio

 

AAVV, Encontro Neo-Realismo – reflexões sobre um movimento – perspectivas para um museu,Vila Franca de Xira: CM Vila Franca de Xira, 1999

A-2-1-9

Colóquio realizado em 1997. Ver em particular o texto de João Madeira sobre a polémica interna do Neo-Realismo e o PCP: MADEIRA, João, «A vossa ponte não serve para passar» a polémica interna do neo-realismo e o PCP, 1997 (Original dact no Arquivo MD: Cx.17-Doc002).

AAVV, Transformações estruturais do campo cultural Português 1900-1950, coord. António Pedro Pita e Luís Trindade, col. A Paleta e o Mundo, n.º 1, Coimbra: Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra, 2008

A-2-1-40

Comunicações apresentadas num colóquio com o mesmo nome. A col. em que o livro foi editado tem o nome de um livro de Mário Dionísio (A Paleta e o Mundo), estando explicado na badana que se trata de uma homenagem. Não existem referências a MD nos textos.

ADAMOPOULOUS, Sarah e VASCONCELLOS, José Luis Falcão, Liceu Camões: 100 anos 100 testemunhos, pref. António Nóvoa, Lisboa: Quimera, 2009

A-2-1-45

 

ALVES, Ricardo António, Anarquismo e Neo-Realismo: Ferreira de Castro nas Encruzilhadas do Século, Lisboa: Âncora, 2002

A-2-1-38

 

ANDRADE, Carlos Santarém, Vértice: Índice de Autores (1942-1986), Coimbra: Vértice, 1987

A-2-1-7

Indicação de artigos e textos de MD publicados na Vértice.

ANDRADE, Luís Crespo de, Sol Nascente: Da cultura republicana e anarquista ao neo-realismo, col. Cultura Portuguesa, n.º 9, Porto: Campo das Letras, 2007

A-2-1-6

 

ALVARENGA, Fernando, Neo-realismo visual português,Porto: Afrontamento,           1989

A-2-1-20

O exempl. existente na Biblioteca MD-ML tem dedicatória do A. a MD, um dos autores mais citados.

BARRETO, Paulo, O que se via e ouvia ao balcão da Portela, Vila Praia de Âncora: Ancorensis, Cooperativa de Ensino, 2010

A-2-2-33

Abre com o poema de MD «Depois de mim». O exempl. da Biblioteca MD-ML tem dedicatória a MD.

BENTO, Paulo Torres, Flausino Torres 1906-1974: Documentos e fragmentos biográficos de um intelectual antifascista,Porto: Edições Afrontamento, 2006

A-2-1-25

Tem correspondência Flausino Torres – MD, foto MD em casa de Flausino Torres.

CASTRO, Sílvio, Poesia do socialismo português: no percurso de 1850-1974, Lisboa: Edições Colibri, 2010.

A-2-1-50

 

DIAS, Francisco da Silva, Contos da Memória que falece,Lisboa: Fonte da Palavra, 2011

A-2-2-34

 

FALCÃO, Miguel, Espelho de ver por dentro: o percurso teatral de Alves Redol,Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2009

A-2-2-3

 

FERREIRA, Jaime Alberto do Couto, Joaquim Namorado, o herói no «Neo-Realismo mágico» No centenário do seu nascimento,Coimbra: Lápis de memórias, 2014

A-2-3-46

 

FERREIRA, Ana Paula, Alves Redol e o neo-realismo português,Lisboa: Caminho, 1992

A-2-1-17

 

FRAGOSO, Margarida, Design gráfico em Portugal: formas e expressões da cultura visual do século xx,Lisboa: Livros Horizonte, 2012

A-2-2-46

Refere e reproduz capa de O dia cinzento c./ ilustração de MD (pseud: Leandro Gil).

FRANÇA, José-Augusto, A Arte e a sociedade portuguesa no século xx, Lisboa: Livros Horizonte, 1972
B-2-4-64

 

FRANÇA, José-Augusto, A Arte em Portugal no século xx, Amadora: Bertrand, 1974

A-2-1-21

 

GUIMARÃES, Fernando, A poesia da presença e o aparecimento do neo-realismo, Porto: Editorial Inova, 1969

A-2-1-15

 

GUIMARÃES, Fernando, A poesia da Presença e o aparecimento do Neo-realismo, 2.ª ed. (revista), Porto: Brasília, 1981

A-2-1-14

Contém antologia de poemas e notas bibliográficas dos autores. O poema de MD é «Não». Os exemplares da Biblioteca MD ML têm ambos dedicatória do A. a MD.

LONGLAND, Jean R., Poetry from P to E

C-2-11-31

8 pp. sem capa reproduzidas de Journal of the American Portuguese Society, Vol. IX n.º 1, primavera-verão 1975. Sobre tradução de poemas portugueses para inglês. Um dos exemplos é de O riso dissonante de MD. Exempl. c./ dedic. do A. a MD.

LOPES, Óscar, Modo de ler: Crítica e interpretação literária 2, Porto: Editorial Nova Limitada, 1969

A-2-2-45

 

LOSA, Margarida, Do romance realista ao romance proletário: uma introdução ao estudo do romance do Novo realismo Social, brasileiro, italiano e português entre 1930 e 1955 à luz da nova teoria crítica sobre o realismo, ficção e recepção,trad. Marta Pessanha Mascarenhas, Lisboa: Campo da Comunicação, 2014.

A-2-3-49

 

LOURENÇO, Eduardo, Sentido e forma da poesia neo-realista, Lisboa: Ulisseia, 1968

A-2-1-16

 

MADEIRA, João, Os engenheiros de almas – O Partido Comunista e os Intelectuais,Lisboa, Estampa, 1996

A-2-1-26

 

MAGALHÃES, Violante F., Sobressalto e espanto: Narrativas literárias sobre e para a infância, no neo-realismo português, Lisboa: Campo da Comunicação, 2009

A-2-1-51

 

MARTINS, Jorge M., 2016 – Portugal em selos – in stamps. Lisboa: CTT, 2016.
Ainda sem cota.

A propósito do selo Mário Dionísio editado no centenário.

 

OLIVEIRA, Maria Antónia e GASPAR, Luís Manuel, Alexandre O’Neill, uma biografia, Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2007

Fala-se de MD nas pp. 74, 83 e 287. Na p. 74 a propósito da exclusão do Grupo Surrealista de Lisboa da III Exposição Geral de Artes Plásticas; na p. 83 a propósito do artigo publicado no Sol de 1/10/1949 «Participação pública» em que o GSL insulta Sena, António Pedro, Amada e MD, entre outros; na p. 287 a propósito do Prémio da Crítica do Centro Português da Associação Internacional de Críticos Literários, atribuído em 1983 a A. O’Neill e MD ex aequo.

PEREIRA, José Pacheco, Álvaro Cunhal

– Vol. 1 – «Daniel», o Jovem Revolucionário (1913-1941), Lisboa: Temas e debates, 1999

A-2-1-27

– Vol. 3 – O Prisioneiro, Lisboa: Temas e debates, 2005

A-2-1-28  

O Vol. 2 não existe na Biblioteca MD-ML.

RAMOND, Viviane, A revista Vértice e o neo-realismo português,pref. Eduardo Lourenço, Coimbra: Angelus Novus, 2008

A-2-1-8

 

RODRIGUES, Armindo, Um poeta recorda-se: memórias de uma vida,Lisboa: Cosmos, 1998

A-2-1-24

 

RODRIGUES, Francisco Castro, Um cesto de cerejas conversas, memórias, uma vida, org., intr. e notas de Eduarda Dionísio, Lisboa: Casa da Achada-Centro Mário Dionísio, 2009

A-2-1-42

 

SANTOS, Arquimedes da Silva, Testemunho de neo-realismos, Lisboa: Livros Horizonte, 2001

A-2-2-39

 

REDOL, António Mota, Alves Redol: fotobiografia, fragmentos autobiográficos,selecção de fragmentos autobiográficos Vítor Viçoso, pref. José Veiga Maltez, Lisboa: Althum.com, 2013

A-2-3-41

 

REIS, Carlos, O discurso ideológico do Neo-Realismo português, Coimbra: Almedina, 1983

A-2-1-10

Tese de doutoramento. MD é um dos autores mais citados.

RIÁUSOVA, Helena, Romance nas literaturas modernas de fala portuguesa (problemas de tipologia e acção mútua) [título traduzido para português], Moscovo, 1980

A-2-1-29

Em russo. O exemplar da Biblioteca MD-ML tem dedic. da A. que traduz o título do livro. No índice, referência a Não há morte nem princípio.

SARAIVA, José Hermano e Guerra, Maria Luisa, Diário da História de Portugal, Lisboa: Selecções do Reader's Digest, 1998

A-2-2-38

Refere morte de MD, com foto e pequena bibliografia c./ título «Mário Dionísio, a voz dissonante».

TORRES, Alexandre Pinheiro, O neo-realismo literário português,Lisboa: Moraes, 1977

A-2-1-12

 

TORRES, Alexandre Pinheiro, O movimento neo-realista em Portugal na sua primeira fase, Lisboa: Ministério da Educação e Investigação Científica, Secretaria de Estado da Investigação Científica: Instituto de Cultura Portuguesa, 1977. Biblioteca Breve, Literatura n.º 10

A-2-1-13

 

VIÇOSO, Vítor, A narrativa no movimento neo-realista: as vozes sociais e os universos da ficção,Lisboa: Edições Colibri, 2011.

A-2-2-36

 

Alves Redol: horizonte revelado,org. David Santos, Vila Franca de Xira: Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Museu do Neo-Realismo e Lisboa: Assírio & Alvim, 2011

A-2-2-37

Catálogo de exposição no MNR.

Anos 90 – as novas tecnologia, coord. José Vala Roberto, Sintra: Planeta DeAgostini, 2010

A-2-1-53

Refere morte de Mário Dionísio. C./ foto.

Jorge Amado e o neorrealismo português, org. David Santos, Vila Franca de Xira: Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Museu do Neo-Realismo e Lisboa: CLEPUL - Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras de Lisboa, 2012

A-2-2-42

Catálogo de exposição no MNR..

Tudo existe o que se inventa é a descrição – Joaquim Namorado 100 anos, org. e coord. Fátima Faria Roque e António Pedro Pita, com textos de: Alberto Mesquita, António Pedro Pita, João Madeira e Paula Monteiro, Vila Franca de Xira: Museu do Neo-Rea-

lismo, 2014

A-2-3-50

Catálogo da exposição no MNR. Contém correspondência MD, reprodução de retrato a óleo de JN por MD.

voltar ao índice de Bibliografia Passiva

voltar ao índice

 

ir para a Mário Dionísio

André Spencer e F. Pedro Oliveira para Casa da Achada - Centro Mário Dionísio | 2009-2017