Ligações rápidas

Horário de Funcionamento:
Segunda, Quinta e Sexta
15:00 / 20:00

Sábados e Domingos
11:00 / 18:00

 

 

Áreas Principais

 

Ciclo A Paleta e o Mundo I (2009, 2010)

Ciclo A Paleta e o Mundo II (2009, 2010, 2011)

Ciclo A Paleta e o Mundo III (2011, 2012, 2013, 2014)

Ciclo A Paleta e o Mundo IV (2014, 2015, 2016)

Ciclo A Paleta e o Mundo V (2017)

Ciclo A Paleta e o Mundo VI (2018)

Ciclo A Paleta e o Mundo VII (2019)

Ciclo A Paleta e o Mundo VIII (2019/2020/2021)

Ciclo A Paleta e o Mundo IX (2021)

Ciclo A Paleta e o Mundo X (2021/2022)

Ciclo A Paleta e o Mundo XI (2022)

Ciclo A Paleta e o Mundo XII (2022)

Ciclo A Paleta e o Mundo XIII (2023/2024)

 

Ciclo A Paleta e o Mundo I

2009

 

2010

 

linkTopo

 

 

Ciclo A Paleta e o Mundo II

2009

 

 

2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2011

 

 

 

 

 

 

 

 

 

linkTopo

 

 

Ciclo A Paleta e o Mundo III

2011

 

 

 

2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2013

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2014

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

linkTopo

 

 

Ciclo A Paleta e o Mundo IV

2014

 

 

 

2015

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2016

 

 

 

 

 

 

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo V

2017

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Leituras comentadas, com projecção de imagens,

de textos de Mário Dionísio relacionados com

A Paleta e o Mundo

 

«A Paleta e o Mundo não é uma história, não é um tratado, nem se dirige a especialistas. Quereria ser antes uma longa conversa - porque nunca esqueço que escrever é travar um diálogo constante, uma das várias e mais fecundas maneiras de não estar sozinho. Uma longa conversa com aquelas tantas pessoas, como eu próprio fui, que, vendo na pintura moderna qualquer coisa de chocante cujo porquê se lhes escapa, achariam contudo indigno injuriá-la sem terem feito algum esforço para entendê-la.»

 

 

 

 

 

 

 

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo VI

2018

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Uma hora semanal de leitura colectiva de obras literárias referidas n'A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio, com parágens para comentários e projecção de imagens.

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo VII

2019

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Uma hora semanal de leitura colectiva de obras literárias referidas n'A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio, com parágens para comentários e projecção de imagens.

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Uma hora semanal de leitura colectiva de obras literárias referidas n'A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio, com parágens para comentários e projecção de imagens.

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo VIII

2019

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Uma hora semanal de leitura colectiva de obras literárias referidas n'A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio, com parágens para comentários e projecção de imagens.

 

 

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo IX

2021

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Começamos no próximo dia 6 de Setembro 2021, segunda-feira, às 18.30h, um novo ciclo de apresentações e leituras com projecção de imagens chamado:
«A Paleta pergunta e o Mundo responde»
Desde o início da Casa da Achada (vai fazer 12 anos) que fazemos semanalmente, todas as segundas-feiras, leituras colectivas de A paleta e o mundo com projecção de imagens. Para além da leitura do grande ensaio de Mário Dionísio, já nos aventurámos por muitos outros textos referidos ou sugeridos pela Paleta.

Nas leituras anteriores encontrámos muitas perguntas a que o autor tenta responder numa longa conversa com os seus leitores. São questões não só relacionadas com a pintura, mas com assuntos sociais e políticos, ciência, economia, história das ideias, problemas de recepção, literatura, arquitectura, etc.
O que têm a dizer artistas, estudiosos ou simplesmente gente curiosa e interessada por estes assuntos, hoje?
Que questões mais os assaltam nos tempos que correm?
Que perguntas d’ A Paleta e o Mundo exigem novas respostas para a sociedade e as artes do mundo actual?
Partindo daqui, pensámos que seria interessante desafiar gente do mundo (de hoje) a vir
responder a uma ou mais destas perguntas de forma livre com algumas imagens, reflexões, novas interrogações ou outros textos.

Assim teremos o seguinte calendário:

06 de Setembro– João Dias
“Que é a vossa indiferença criadora e a vossa tagarelice sobre a intemporalidade senão uma especulação ridícula e inútil sobre a eternidade?”
[Pergunta de Grosz]

13 de Setembro– José Smith
“Como admitir então que o convívio com a arte não seja sempre fácil?”

20 de Setembro– Célia Correia Loureiro
Acaso alguma descoberta ou alguma revolução poderia fazer o homem regressar aos bons tempos da Idade Média e do Renascimento?

27 de Setembro– Eduardo Rui Alves
Por toda a parte, o artista viu-se a braços com perguntas incómodas: Para quem escreves? Porque pintas? Quem defendes? Para que serves?

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo X

2021/2022

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Leitura de «Artes públicas e privadas» de Eduarda Dionísio. Por Pedro Rodrigues.
Em Dezembro, interrompemos o ciclo «A Paleta pergunta e o Mundo responde» para ler um ensaio/conferência de Eduarda Dionísio publicado em 1997.
Podem as artes (públicas e privadas) ser uma alavanca do mundo?

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Desde o início da Casa da Achada que fazemos semanalmente, todas as segundas-feiras, leituras colectivas de A paleta e o mundo com projecção de imagens. Para além da leitura do grande ensaio de Mário Dionísio, já nos aventurámos por muitos outros textos referidos ou sugeridos pela Paleta.

Nas leituras anteriores encontrámos muitas perguntas a que o autor tenta responder numa longa conversa com os seus leitores. São questões não só relacionadas com a pintura, mas com assuntos sociais e políticos, ciência, economia, história das ideias, problemas de recepção, literatura, arquitectura, etc.
O que têm a dizer artistas, estudiosos ou simplesmente gente curiosa e interessada por estes assuntos, hoje?
Que questões mais os assaltam nos tempos que correm?
Que perguntas d’ A Paleta e o Mundo exigem novas respostas para a sociedade e as artes do mundo actual?
Partindo daqui, pensámos que seria interessante desafiar gente do mundo (de hoje) a vir responder a uma ou mais destas perguntas de forma livre com algumas imagens, reflexões, novas interrogações ou outros textos.
Segundas-feiras de Janeiro (10, 17, 24 e 31), às 18h30.

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Desde o início da Casa da Achada que fazemos semanalmente, todas as segundas-feiras, leituras colectivas de A paleta e o mundo com projecção de imagens. Para além da leitura do grande ensaio de Mário Dionísio, já nos aventurámos por muitos outros textos referidos ou sugeridos pela Paleta.

Nas leituras anteriores encontrámos muitas perguntas a que o autor tenta responder numa longa conversa com os seus leitores. São questões não só relacionadas com a pintura, mas com assuntos sociais e políticos, ciência, economia, história das ideias, problemas de recepção, literatura, arquitectura, etc.
O que têm a dizer artistas, estudiosos ou simplesmente gente curiosa e interessada por estes assuntos, hoje?
Que questões mais os assaltam nos tempos que correm?
Que perguntas d’ A Paleta e o Mundo exigem novas respostas para a sociedade e as artes do mundo actual?
Partindo daqui, pensámos que seria interessante desafiar gente do mundo (de hoje) a vir responder a uma ou mais destas perguntas de forma livre com algumas imagens, reflexões, novas interrogações ou outros textos.
Segundas-feiras de Fevereiro (7, 14 e 21), às 18h30.

 

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo XI

2022

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

Em Março começamos às segundas-feiras um novo ciclo de leituras colectivas comentadas e ilustradas: vamos encontrar no diário de Mário Dionísio, Passageiro clandestino, as referências que o autor faz à feitura do enorme ensaio A paleta e o mundo, que foi sendo publicado em fascículos entre 1955 e 1962. Em 6 de Janeiro de 1954, Mário Dionísio escrevia: «Estou a trabalhar [...] no primeiro capítulo de A paleta e o mundo, pela qual o editor está finalmente interessado. É uma obra longa, para muitos meses.» Afinal, seriam anos...


Segundas-feiras de Março (6, 13, 20 e 27), às 18h30.

 

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo XII

2022

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

«Que fúria de pintar!»: Mário Dionísio escreveu vários textos sobre o pintor brasileiro Cândido Portinari (1903 – 1962), de quem era admirador e se haveria de tornar amigo. Vamos ler e estudar em conjunto tudo o que encontrámos no arquivo do Centro Mário Dionísio sobre Cândido Portinari, com projecção de imagens da sua pintura, mas também com ligações a outros pintores, e outros problemas da pintura e da sociedade.
Leituras por Pedro Rodrigues.

linkTopo

 

Ciclo A Paleta e o Mundo XIII

2023/2024

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

Leitura colectiva de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio e de outros textos, para saber mais sobre pintores e pintoras, movimentos artísticos e artistas, em relação com a sociedade e a arte do seu tempo.

Quem lê é Ana Queijo sobre o movimento Bauhaus

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

Leitura colectiva de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio e de outros textos, para saber mais sobre pintores e pintoras, movimentos artísticos e artistas, em relação com a sociedade e a arte do seu tempo.

Quem lê é Lena Bragança Gil

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

Para compreender melhor a necessidade de "negação e fuga" que Paul Gauguin fez questão de viver, vamos reler o capítulo «Para mais longe que os cavalos do Pártenon» da terceira parte d'«A paleta e o mundo»: «Os primeiros pintores malditos». Vamos ainda ler « Noa Noa» do próprio Gauguin e «Homenagem a Gauguin» de Victor Segalen. No ciclo «Artistas e movimentos da Paleta para fora», procuramos, através d'«A Paleta e o Mundo» e de outros textos, saber mais sobre pintores e pintoras, movimentos artísticos e artistas, em relação com a sociedade e a arte do seu tempo.

 

Quem lê é Rubina Oliveira.

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

O surrealismo.

No ciclo de leituras «A paleta e o mundo», encontramo-nos semanalmente para a leitura colectiva de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio e de outros textos, para saber mais sobre pintores e pintoras, movimentos artísticos e artistas, em relação com a sociedade e a arte do seu tempo.

 

Quem lê é Manuel Nunes.

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

No ciclo de leituras «A paleta e o mundo», encontramo-nos semanalmente para a leitura colectiva de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio e de outros textos, para saber mais sobre pintores e pintoras, movimentos artísticos e artistas, em relação com a sociedade e a arte do seu tempo.

 

Quem lê é João Pequenão.

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

Ciclo «A paleta e o mundo XIII»

Artistas e movimentos da Paleta para fora: Van Gogh

As sessões de «A paleta e o mundo» são sessões semanais de uma hora de leitura colectiva e comentada desse texto maior de Mário Dionísio. A leitura é sempre acompanhada de projecção de imagens e acontece todas as segundas-feiras às 18h30, em sessões abertas a todas as pessoas interessadas.

Neste ciclo, «Artistas e movimentos da Paleta para fora», procuramos, através d'«A Paleta e o Mundo» e de outros textos, saber mais sobre pintores e pintoras, movimentos artísticos e artistas, em relação com a sociedade e a arte do seu tempo.

No mês de Dezembro vamos ler o capítulo «Um pássaro preso na Primavera», dedicado ao pintor Vincent Van Gogh.

 

Quem lê é João Pequenão.

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

No ciclo de leituras «A paleta e o mundo», encontramo-nos semanalmente para a leitura colectiva de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio e de outros textos, para saber mais sobre pintores e pintoras, movimentos artísticos e artistas, em relação com a sociedade e a arte do seu tempo.

 

Quem lê é António Veloso.

 

Todas as segundas-feiras às 18h30

 

 

 

No ciclo de leituras «A paleta e o mundo», encontramo-nos semanalmente para a leitura colectiva de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio e de outros textos, para saber mais sobre pintores e pintoras, movimentos artísticos e artistas, em relação com a sociedade e a arte do seu tempo.

 

Quem lê é João Pequenão.

linkTopo

André Spencer e F. Pedro Oliveira para Casa da Achada - Centro Mário Dionísio | 2009-2022